Oferta

PADRE PIO E OS ANJOS

R$49,90

R$42,00

16% OFF
3x de R$14,00 sem juros
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Loja Advento Pça Dr. João Adhemar de Almeida Prado, 02, Morumbi - São Paulo - SP
    Grátis
Garantia
Não gostou ou recebeu o produto com algum defeito? Você tem até 7 dias para devolver ou realizar a troca!
Compra segura
Os seus dados estão seguros!

A natureza não procede por saltos; nela tudo é coordenado por elementos intermediários que são como que os anéis de uma extensa cadeia. Não há espaços vazios, não há solução de continuidade entre a matéria inorgânica e o homem. Poderemos, no entanto, afirmar o mesmo quanto à distância que separa o homem de Deus? Existirá também aqui a mesma gradação? A resposta é afirmativa. Elos invisíveis, mas nem por isso menos reais, unem o Céu e a Terra: são os Anjos.
Se assim não fora, “a harmonia do Universo quebrar-se-ia inopinadamente e a Criação para logo cederia o lugar a um vácuo desolador, que repugna e desnorteia”.
Por outro lado, não se afigura possível de concepção, que Deus, na sua perfeição infinita, não tenha criado seres espiritual e intelectualmente mais desenvolvidos que o homem e imitando melhor a natureza divina, seres que, em si mesmos, tornam mais visível o selo do Ser perfeito; por outras palavras: seres mais bem feitos à sua imagem. “Para além deste globo habitado pelos homens, outro reino floresce: o reino dos espíritos insíveis, o Walhalla misterioso”, como lhe chamavam os antigos normandos nos seus Sagas.
Aos argumentos precedentes poderíamos ajuntar outras razões colhidas nas múltiplas tradições dos povos antigos e atuais e nos escritores retintamente gregos e latinos: desde os Gênios dos Romanos aos demônios de Thales; desde a espécie alada do Timeu de Platão aos imortais dos Trabalhos e Dias de Hesíodo e que eram guardiões dos mortais por ordem de Zeus, vigilantes sobre as boas obras e as ações más e que, invisíveis (revestidos de ar), se espalham por toda a parte sobre a Terra; desde as criaturas invisíveis idênticas aos nossos Anjos e aos demônios, nas quais (segundo São Cipriano) acreditavam os Magos da Pérsia, até aos espíritos da Terra e do Ar (àqueles assemelhados) entre os Babilônios, os Celtas, os Hindús e os Chineses.
Isto, porém, levar-nos-ia muito longe. Aliás, tais razões, muito embora altamente significativas, não deixam de ser insuficientes para se poder asseverar, com certeza absoluta, a existência de um mundo invisível e espiritual intermediário entre os homens e Deus.
 

Garantia

Não gostou do produto ou percebeu algum defeito? Poderá realizar a troca ou devolução em até 7 dias!

Até 3 vezes sem juros

Com todos os cartões de crédito

Site seguro

Protegemos seus dados